terça-feira, 24 de maio de 2011

Facebook implanta a tecnologia PhotoDNA via Acontece




A implantação do PhotoDNA no Facebook vai ajudar a combater
a pornografia infantil e também a localizar crianças desaparecidas.

Usando uma tecnologia de análise de imagens chamada PhotoDNA, a maior rede social do mundo vai analisar todas as imagens carregadas no site para ajudar a encontrar e bloquear imagens que mostram pornografia infantil. A tecnologia também vai ajudar o Facebook a informar ocorrências ao Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas (NCMEC, na sigla em inglês) e à polícia, para que possam ser tomadas ações imediatas, explicou Chris Sonderby, assistente do conselho geral do Facebook.

Assinatura Digital:
O PhotoDNA opera por meio da criação
de uma assinatura para cada imagem.
Essa assinatura assemelha-se a uma impressão digital e é comparada a imagens conhecidas. A assinatura é criada mediante um processo que primeiro converte a imagem para preto e branco, depois muda seu tamanho e a ajusta para uma grade de células.
Em cada célula, analisam-se as mudanças de brilho.
Isso faz com que a descoberta de imagens equivalentes seja muito mais fácil e “encontrar a agulha no palheiro” seja possível, de acordo com a Microsoft.

O sistema usado pela Microsoft já levou à identificação de mais de mil ocorrências no SkyDrive e 1.500 ocorrências por meio da indexação de busca de imagens do Bing. A expectativa é que a exemplo do facebook,
outros provedores de serviço online se juntem ao programa de
PhotoDNA do NCMEC.


Notícia completa no site: Desaparecidos do Brasil
Postar um comentário